sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Análise: Naruto, Capítulo 664 "Porque eu sou pai dele" (Mangá Review).


Vencido pelo cansaço.

Kishimoto me venceu pelo cansaço, acredito ainda que o autor esteja enrolando, estendendo esse plot de forma absurda, fazendo em 4 capítulos algo que poderia ter sido muito bem desenvolvido em somente 2 - Mas no final, aceitei que só saberemos se Naruto ou Sasuke irá morrer daqui a vários capítulos... O salvamento do herói loirinho e do vilão emo durará mais que a explosão de Namekusei.

Sobre a situação de Sasuke praticamente nada avançou, só sabemos que a Karin não tem um bom pressentimento sobre quem esteja perto do anti-herói. Por isso ignorarei lindamente toda aquela conversa relativamente inútil.

Logo após tivemos outro momento bem inútilzinho, feito para dar um clima mais distraído ao mangá que está extremamente tenso. A conversa entre Gai, Rock Lee e Tenten dava para ser resumida em 1 página, mas Kishimoto decidiu adicionar um pouco de humor ao capítulo, estendendo-o por umas 5 páginas...

Mas de qualquer modo isso nos leva a crer que Rock Lee e Gai terão alguma importância, mesmo que miníma, no resgate de Naruto (Sim só esses dois, ou você ainda acredite que Tenten tem a capacidade de ser útil em alguma coisa? Até a porca de Tsunade já fez mais na história do que a Tenten) - Ficaremos na espera da entrada triunfal da dupla genial Lee e Gai.

Essa importância pode variar deles utilizando as armas que Madara entregou de forma ridícula ou simplesmente eles entregando essas armas para Naruto, que utiliza para derrotar Madara no final da saga. Vai depender muito de qual importância Kishi quer dar ao trio. 

Após 7 páginas absurdamente chatas, chegamos a parte interessante de Naruto - Enquanto a primeira parte do capítulo foi bem fraca mesmo, a segunda parte foi relativamente interessante, teve um flashback, um plot twist bem empregado, de fato Kishimoto fez um bom trabalho.

Primeiramente falarei do flashback, ele não foi de fato dramático ou de extrema importância para a série, mas foi importante para relembrarmos quanto Kushina e Minato amam Naruto, mesmo quando ele não havia ainda nascido.

Ao meu ver Kushina é uma das personagens mais interessantes da série, pelo modo que ela foi desenvolvida - Em nenhum momento conhecemos o seu verdadeiro poder, muito menos a sua verdadeira natureza, tudo que sabemos dela são por flashback curtos e principalmente pelos comentários dos outros ninjas. Aprendemos a ter um certo "amor" pela personagem só com palavras e curtas imagens.

Kishimoto conseguiu este feito, louvável, utilizando do artificio chamado: "Amor materno" - Em toda a saga vemos Kushina como uma mulher sensível, determinada e principalmente, pronta para fazer tudo para salvar o seu filho, uma verdadeira mãe.

Enquanto esse lado de Minato, de um pai só veio ser desenvolvido muito tempo depois, antigamente era só o ninja fodão - Talvez essa seja a importância da frase "Porque eu sou pai dele", enquanto Kushina sempre tivemos certeza do que amor por Naruto, Minato por muito tempo, para manter o mistério de quem era o pai do protagonista (Mistério é o caralho Kishimoto, todo mundo sabia desde do primeiro capítulo), Kishi ainda precisa provar ao leitor que Minato TAMBÉM é capaz de fazer tudo pelo seu filho.

Deste modo, por mais que esse flashback não tenha uma importância vital para a história, teve sua importância como um lembrete - Para todos nós como Minato está preparado para dar sua vida, milhares de vezes, quantas vezes for necessária para salvar o seu único filho.

Por fim, o quarto hokage decidiu passar a sua parte da Kyuubi para seu filhinho, e *BOOOM*, plot twist... Foi tudo um plano de Madara para conseguir a outra metade da Kyuubi. Agora o filho da mãe tem as duas partes e está pronto para destruir deus e o mundo.

Sinceramente não faço ideia de como vão destruir Madara, o autor terá que aposta em um protagonista mais hard visto no mundo das séries - O que é de fato um pouco triste, mas vai ser necessário (Duvido que Madara seja derrotado com as armas de selamento, seria ridículo demais) 

Kishimoto nos entregou um capítulo com um começo relativamente fraco, para depois nos dar uma segunda parte muito boa, que teve direito a um plot twist que me surpreendeu. Eu diria foi um bom capítulo, não foi espetacular pelo seu começo extremamente inútil, enrolado e fraco.

Notas de um Ninja Revoltado: Kushina e Minato sabiam que seria um menino o seu filho, será que existia ultrassom naquela época? Ou os médicos são todos uns Hyuugas (Assim conseguem ver o sexo do menino usando os olhos hahahahaha).

Notas de um Ninja Revoltado²: Em breve postarei uma teoria sobre a Tenten matar Madara com as armas do Rikudou, hahaha... Imagina Tenten selando e derrotando Madara, virando Hokage e dominando todo o mundo? Faz todo o sentido! 

5 comentários:

  1. o capitulo foi bom, mas foi ridiculo demais madara entregando de bandeja as armas do rikudou, o cara nao é tao burro para fazer um erro desses

    ResponderExcluir
  2. Tbm nao acredito que as armas de selamento serão utilizadas para selar Madara, Kishimoto deve ter uma ideia mais inteligente p/ derrotar Madara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta ridículo esse manga.. primeiro rokage parece um simples ninja perto de madara, naruto inofensivo perto desses ninjas antigos, mesmo evoluindo, sasuke iria se vingar da vila acabara nao existindo nada, obito tanto segredo para nada, morre assim de repente

      Excluir
    2. Não considero ridiculo o mangá, mas Naruto está passando por uma má fase - Kishimoto não está conseguindo levar a história de forma satisfatória.

      Também não acredito que Madara seja morto com as Armas do selamento, seria um modo muito ruim de vencer o vilão.

      Excluir

onload='emoticon()'