sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Análise: Bleach, Capítulo 569 "The White Haze/A Nevoa Branca" (Mangá Review).



Bleach my honor.


*Review escrita por Felipe Cezar

Não tenho nem como descrever a satisfação que estou sentindo com bleach, esta semana. E gostaria de acrescentar que nunca pensei que ficaria tão feliz pagando com a língua. Mas acho que a review não vai ser muito grande, porque o capítulo, apesar de tudo, não tem profundidade pra tanto. Vamos lá!

Não era novidade pra ninguém que Byakuya ia chegar fodão, resolvendo a parada. Mas foi um pouco empolgante vê-lo destruir As Nodt. Acho interessante a forma como os capitães são representados não só como fortes, mas também como bem habilidosos e adaptáveis. Evoluem rápido e não se restringem à certas circunstancias. Byakuya representou isto muito bem, demonstrando na forma como usou a zampakutou; ponto pra ele.

Outro ponto ótimo pra ressaltar foi a forma como As Nodt foi desmascarado (acho que posso dizer assim) e derrotado. Byakuya expôs o seu fracasso em tentar provocar medo em Rukia. Isso sem contar que o vilão morreu amaldiçoando o seu oponente. Eu como um leitor de Naruto, onde todos os vilões se arrependem, acho esse tipo de morte simplesmente fantástica. Redenção é bom, mas não deve anular a possibilidade de vitória/fuga/derrota miserável de um vilão. Apenas acredito que esse fim combinou com As Nodt. Mesmo que este personagem esteja em alta comigo, rs.

Mas nada superou o desfecho, até mesmo surpreendente, deste capítulo. Semana passada eu tinha publicado a seguinte opinião:

"Afinal, aquela batalha era de Byakuya e ele precisa defender a honra dele. Afinal², Rukia que foi uma intrometida, mesmo. Afinal³, aquilo não era lugar pra ela. Afinal de contas, só Byakuya mesmo que tinha honra pra defender nessa bagaça.

Espero estar equivocado e ser surpreendido novamente. Que Rukia tenha mais destaque e que, desta vez, não seja meramente preliminar."

Inclusive eu incentivo o pessoal que ainda não viu a procurar e ler essa review. Ainda está entre "os mais lidos da semana", então não é tão difícil achar. Agora vamos comentar os momentos finais do mangá.

Byakuya dar a Rukia a honra (enfase nessa palavra) de finalizar As Nodt foi, sem dúvida, uma surpresa boa. Ele já é capítão, já demonstrou que derrotaria, aliás, derrotou Nodt sem esforço, não tem o que provar pra ninguém. Rukia, sim, tem uma dívida não só com a luta, como também com a história e os fãs, ela precisa mostrar que ficou forte. Acredito que roubar a luta de, ser reconhecida por Byakyua, ao invés de protegida e dar um fim à batalha, sem sofrer dano algum foi uma das redenções mais bonitas que eu já vi numa série shounen. Foi como se o autor e os personagens mais fortes/porradeiros dissessem aos fãs:

"-Esqueçam de nós um pouco, essa é a vez de Kuchiki Rukia:"

"-Bankai: Hakka no Togame...!"

Notas de Leonardo Nicolin: Próxima semana acho que volto a ler Bleach, então nas minhas tradicionais notas eu irei dar um pitaco pessoal sobre a série - Mas é lógico, talvez eu prefira não perder tempo voltando a ler Bleach, assim garantindo menos amargura em minha vida... Whatever, espero que vocês tenham gostado da review do meu colega Felipe Cezar, e até a próxima semana.

#LutoForBeel. 

Um comentário:

  1. Foi legal a cena do bankai de Rukia, Kubo dando mesmo que pouca, mas alguma importancia para ela. Achei o capitulo mediano, tipo umas nota 06 ou 05 só

    Boa analise e vai ser legal ver o Leonardo comentando de forma amarga nos comentarios de Bleach, sempre é legal seu senso critico

    ResponderExcluir

onload='emoticon()'