terça-feira, 30 de maio de 2017

Análise: TOC Weekly Shonen Magazine #25 (Ano 2017).


Plantel "Fechado"


escrito por Diego Felipe


Tá difícil emplacar um novato atualmente na Weekly Shonen Magazine. E olha que não é por falta de veterano sendo encerrado (que o digam Acma:Game, Area no Kishi e Fairy Tail, esse último ainda a ser finalizado). Bem, sem mais delongas, vamos à análise.

TOC Weekly Shonen Magazine #25 (2017):
Ikumi Hisamatsu (Capa Física)
Fumetsu no Anata e (Página Colorida de Abertura, 23 pg.) (capítulo 25)
01. Fairy Tail (capítulo 536)
Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (Pré-Rank, Capítulo Duplo) (capítulos 02 e 03)
02. Senryuu Shoujo (capítulo 33)
Rakuraku Shinwa (Pré-Rank, Página Colorida, 26 pg.) (capítulo 07)
Ohayou Survive (Pré-Rank) (capítulo 05)
03. DAYS (capítulo 200)
04. Hajime no Ippo (capítulo 1183)
05. Daiya no Ace - Act II (capítulo 80)
06. Nanatsu no Taizai (capítulo 218)
07. Hoshino、Me o Tsubutte。 (capítulo 55)
HiGH&LOW g-sword (Minissérie) (capítulo 07)
08. Fuuka (capítulo 156)
09. Tokyo Revengers (capítulo 13)
Sensei、Suki desu。(One-shot, Página Colorida, 34 pg.)
10. Domestic na Kanojo (capítulo 141)
11. Real Account (capítulo 116)
12. 8-gatsu Outlaw (capítulo 21)
13. Seitokai Yakuindomo (capítulo 424)
14. Baby Steps (capítulo 426)
15. En En no Shouboutai (capítulo 80)
16. Tsurezure Children (capítulo 142)
17. Rankers High (capítulo 16)
18. Ahiru no Sora (capítulo 559)
Kindaichi Shounen no Jikenbo R (Em hiato até a edição #31) (*)

LEGENDA
(*) - Numeração do capítulo não identificada

TOC Weekly Shonen Magazine #26 (2017):
- Capa Física: Takino Yumiko
- Página Colorida de Abertura: Runway de Waratte, por Kotoba Inoya (Novo Mangá, 63 pg.)
- Página Colorida: Nanatsu no Taizai (28 pg.)
- One-shot: Koi to Uso (Capítulo Especial da MangaBox)
- Ausente: Ahiru no Sora
- Em hiato: Kindaichi Shounen no Jikenbo R (até a edição #31)

TOC Weekly Shonen Magazine #34 (2017):
- Fim: Fairy Tail

A capa física da edição ficou para a bela Ikumi Hisamatsu. Já a capa digital e a página colorida de abertura foram pra Fumetsu no Anata e, que ainda está em uma situação muito boa na revista para um novato. As demais páginas coloridas foram para o novato Rakuraku Shinwa, que está em seu sétimo capítulo e será ranqueado a partir da próxima edição, e do one-shot Sensei、Suki desu。, que contabilizou 34 páginas no total. Vale lembrar que os novatos Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (que teve dois capítulos lançados na TOC #25) e Ohayou Survive ainda não estão sendo ranqueados, o que só acontecerá a partir do oitavo capítulo de cada obra. Já a minissérie HiGH&LOW g-sword não será ranqueada.

Vale lembrar que Kindaichi Shounen no Jikenbo R ficará em hiato até a edição #31. Mas, quando Kindaichi retornar, teremos um anúncio importante relacionado à obra. Aguardemos para ver o que é. Para todos os efeitos o mangá está nos planos do grupo editorial, sem risco algum de cancelamento.

Na primeira posição está Fairy Tail, que está a apenas nove edições/capítulos de ser finalizado. Apesar da queda significativa de vendas de volumes, o rendimento de Fairy Tail ainda se mostra muito bom para a editora Kodansha, por isso o fim do mangá deixará uma baita lacuna na vaga de pilares por um bom tempo. Mas, pelo que Hiro Mashima deu a entender, é possível que o mangá continue sendo explorado comercialmente após o fim do mangá. No segundo lugar está Senryuu Shoujo, que não chegou a aparecer no Ranking Oricon de melhores vendas de mangás após o lançamento de seu primeiro volume... mas aguardemos mais um pouco, assim poderei dizer com maior certeza como pode estar sua situação na revista.

Nesta edição DAYS, que ficou com a terceira posição, alcançou uma importante marca: chegou ao seu 200º capítulo publicado. O mangá de futebol está atualmente numa situação confortável, com um bom nível de vendas e agradando os editores e leitores com seu desempenho. E mais uma vez vemos o grande veterano Hajime no Ippo pegar uma posição elevada na ordem de leitura, desta vez ficando com a quarta colocação entre os ranqueados e entre os dez primeiros na ordem de leitura. Hajime pode não apresentar a mesma rentabilidade de seus tempos áureos mas mesmo na sua situação atual consegue mostrar um nível de vendas de volumes superior ao de muitas obras na revista, como Fuuka, En En, Real Account, Domestic na Kanojo e por aí vai.

O pilar Daiya no Ace - Act II ficou com o quinto lugar da vez. A continuação do muito bem-sucedido mangá de beisebol Daiya no Ace segue com força e sendo uma das obras com melhor nível de vendas de volumes da atual Weekly Shonen Magazine. Mas seu desempenho, no entanto, ainda não é melhor que o de Nanatsu no Taizai, atualmente o pilar com melhor nível de vendas de volumes e que ficou com a sexta posição desta TOC. Vale lembrar que Nanatsu já está em seu arco final e que pode não demorar muito para o mangá de Nakaba Suzuki ser encerrado.

Em sétimo lugar está Hoshino、Me o Tsubutte。 , que está em uma situação estável na revista atualmente, mesmo não tendo vendas a nível excepcional. Sua recepção, no entanto, acaba justificando a vontade dos editores em mantê-lo. Não se sabe ao certo se os editores veem Hoshino、Me como um mangá que pode se expandir comercialmente mais pra frente, mas não é raro ver a obra ganhar páginas coloridas ou até algumas capas digitais eventualmente.

A oitava posição ficou para Fuuka, que continua em uma situação estável na revista, mas no "limbo de esquecimento". A obra, com o fracasso do anime e o nível razoável de vendas de volumes, não corre riscos de cancelamento por ora, mas também não deve permanecer por um período muito longo na revista, ainda mais considerando que o potencial comercial da obra já foi explorado. Resumindo: Fuuka ainda deve ficar por um tempo, mas não será um prazo muito longo.

O nono lugar da vez é de Tokyo Revengers. O novato é do mesmo autor do mal-sucedido Dessert Eagle, que foi lançado um ano e meio antes de Tokyo Revengers. A obra ainda está em busca de estabilização e se por um lado tem a vantagem de pelo menos duas obras estarem correndo risco de cancelamento (Rankers High e 8-gatsu Outlaw), por outro não está garantido de Tokyo Revengers tenha melhor sorte. É questão de esperar as vendas do primeiro volume.

Quem fecha o Top 10 nesta edição é Domestic na Kanojo. O mangá não chega a apresentar um rendimento fenomenal ou surpreendente, mas é uma obra cujo desempenho comercial tem deixado os editores satisfeitos, embora seja bem provável que esse potencial comercial não venha a ser expandido em maior nível. Resumindo, DomeKano segue em situação tranquila na revista, sem riscos de cancelamento (ao menos até onde se sabe).

Pelo visto Real Account tão cedo não voltará a ganhar uma página colorida em uma edição da revista. O mangá, que ficou na décima primeira posição, ainda mantém um bom nível de vendas de seus volumes mas a obra há quase trinta edições não ganha páginas coloridas, o que é no mínimo bastante curioso para uma obra que ainda apresenta um bom rendimento. Não está descartada a possibilidade do mangá ser finalizado em não muito tempo. 

A décima segunda colocação ficou para 8-gatsu Outlaw, que está correndo um risco enorme de cancelamento devido ao seu péssimo desempenho nas vendas do primeiro volume. As chances de 8-gatsu se salvar são praticamente nulas, a situação da obra não é favorável. Se não tivermos nenhuma surpresa, é questão de tempo para que 8-gatsu seja cancelado e substituído por algum novato mais promissor (embora esteja difícil achar novatos que se estabilizem).

Na porta do bottom ficou Seitokai Yakuindomo, que ficou em décimo terceiro lugar entre os ranqueados. Seitokai ainda está em uma posição confortável na revista, ainda mais com a estreia de seu filme animado estando bem próxima. O mangá já tem uma década de publicação, mas continua em alta entre os leitores e com um nível de vendas pouco acima da marca de 100 mil cópias em média por volume.

Quem abre o bottom nesta edição é o veterano mangá de tênis Baby Steps, que ficou no décimo quarto lugar. O mangá ainda está em uma situação bem estável na revista, apesar de não estar mantendo tanta visibilidade comercial mais extensa que as vendas de seus volumes. E parece que após algumas boas posições na ordem de leitura, En En no Shouboutai voltou a aparecer no bottom na décima quinta colocação, sem no entanto ter passado a correr riscos de cancelamento. Aliás, En En é um dos novatos mais estáveis e promissores lançados nos últimos anos, o que é bom para a Weekly Shonen Magazine, ainda mais pela necessidade de achar mangás com altos índices de rentabilidade comercial com o fim do pilar Fairy Tail.

A décima sexta posição ficou para Tsurezure Children. Falta pouco mais de um mês para a estreia do anime, mas a editora está não está fazendo marketing algum para a adaptação. Talvez porque seja um anime barato e com poucas chances de gerar um retorno financeiro ou provocar um aumento impressionante nas vendas do mangá... É compreensível um tipo de adaptação assim para um gag mangá, mas o importante é que Tsurezure ainda está numa situação bem confortável.

Em décimo sétimo lugar entre os ranqueados e no penúltimo lugar na ordem de leitura (de novo) está o novato Rankers High, que em breve vai puxar o carro e cair fora da revista, já que os editores já estão deixando a obra pro escanteio e jogando o mangá no bottom. Não há grandes esperanças para Rankers High e só um milagre daqueles bem inusitados salvaria sua situação... Bem, é questão de tempo para o mangá ser finalizado.

Mais uma vez vemos Ahiru no Sora ficar em último entre os mangás ranqueados, desta vez na décima oitava colocação. Devido as vendas de pelo menos 200 mil cópias em média por volume, não diria que estou cometendo o mesmo erro que cometi com Tokiwa Kitareri!! (sim, fiquei boladão com isso) ao afirmar que a obra está segura na revista. Mas também precisamos relevar que comercialmente falando a obra não está com alta visibilidade. Em suma, o mangá de basquete veterano está estável, mas não é visto com tanto potencial por parte dos editores.

SITUAÇÕES DOS MANGÁS

PilaresDaiya no Ace - Act II, Nanatsu no Taizai
Seguros e Estáveis: Ahiru no Sora, Baby Steps, DAYS, Domestic na Kanojo, Enen no Shouboutai, Fuuka, Fumetsu no Anata e, Hajime no Ippo, Hoshino、Me o Tsubutte, Kindaichi Shounen no Jikenbo R, Real Account, Seitokai Yakuindomo, Tsurezure Children
Em Busca de Estabilização: Ohayou Survive, Rakuraku Shinwa, Tokyo Revengers, Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho
Pilar em Reta Final: Fairy Tail
Em Risco de Cancelamento: 8-gatsu Outlaw, Rankers High, Senryuu Shoujo
- Duração de Curto Prazo: HiGH&LOW g-sword

Bem, queridos leitores, termino por aqui a análise da edição #25 da Weekly Shonen Magazine. Agradeço pelas sugestões, críticas e opiniões deixadas nos comentários.
Até a próxima!

(A matéria será atualizada mais tarde, com as páginas coloridas).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

onload='emoticon()'