terça-feira, 25 de julho de 2017

Análise: TOC Weekly Shonen Magazine #33 (2017).


Fairy Tail chega ao fim (?)

escrito por Diego Felipe

A edição em que o último capítulo de Fairy Tail terá seu último capítulo lançado é a de número #34, ou seja, a posterior a TOC analisada nessa edição. Mas aí vocês se perguntam: por que o título da análise é "Fairy Tail chega ao fim" se a edição do fim é a próxima? O autor dessa matéria apelou para o click bait?

A resposta é: NÃO. De fato usei um título chamativo para a análise da edição onde saiu o penúltimo capítulo. Mas como sabem, a análise saiu seis dias depois do lançamento da edição no Japão. O lançamento da edição #34 da Weekly Shonen Magazine é amanhã... e é ao fato do último capítulo sair justamente amanhã que estou me referindo. Bem, sem mais delongas, vamos à análise.


TOC Weekly Shonen Magazine #33 (2017):
Nana Asakawa (Capa Física)
Hoshino、Me o Tsubutte。(Capa Digital, Página Colorida de Abertura) (capítulo 62)
01. Baby Steps (capítulo 433)
Kanojo、Okarishimasu (Pré-Rank, 52 pg.) (capítulo 02)
02. Senryuu Shoujo (Capítulo Duplo) (capítulos 41 e 42)
03. Tsurezure Children (capítulo 150)
04. Fairy Tail (26 pg.) (capítulo 544)
05. Runway de Waratte (21 pg.) (capítulo 08)
06. Domestic na Kanojo (capítulo 149)
07. Nanatsu no Taizai (capítulo 226)
08. DAYS (capítulo 208)
09. Tokyo Revengers (capítulo 21)
10. Kindaichi Shounen no Jikenbo R (*)
11. En En no Shouboutai (capítulo 88)
12. Real Account (capítulo 124)
Seitokai Yakuindomo (Página Colorida, Capítulo Duplo) (capítulos 431 e 432)
13. Fuuka (capítulo 163)
World End Crusaders (Pré-Rank) (capítulo 06)
14. Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (capítulo 11)
15. Ohayou Survive (capítulo 13)
16. Rakuraku Shinwa (capítulo 15)
Ijousha no Ai (Capítulo Especial da Manga Box)
17. 8-gatsu Outlaw (capítulo 29)
Mine (One-shot)
Ahiru no Sora (Ausente até a edição #35) (pausado no capítulo 561)
Daiya no Ace - Act II (Ausente) (pausado no capítulo 87)
Fumetsu no Anata e (Ausente) (pausado no capítulo 32)
Hajime no Ippo (Ausente) (pausado no capítulo 1188)
HiGH&LOW g-sword (Ausente) (pausado no capítulo 12)

LEGENDA
(*) - Numeração do capítulo não identificada

TOC Weekly Shonen Magazine #34 (2017):
- Capa Física, Capa Digital, Páginas Coloridas de Abertura: Fairy Tail (Último Capítulo, 48 pg.)
- Páginas Coloridas: Kanojo、Okarishimasu, World End Crusaders
- Ausente: Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho

TOC Weekly Shonen Magazine #35 (2017):
- Capa Física: Misa Etou
- Páginas Coloridas de Abertura: Kessen no Kuon, por Yoshinori Matsuoka (Novo Mangá, 63 pg.)
- Páginas Coloridas: Fuuka, Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (Capítulo Duplo)
- Ausente: HiGH&LOW g-sword, Kindaichi Shounen no Jikenbo R


A capa física da edição foi estampada pela idol e atriz Nana Asakawa, de apenas 18 anos. Nana esteve no drama televisivo e no filme live-action de Saki (da editora concorrente Square Enix) e estará na adaptação live-action de Koi to Uso (esse sim da editora Kodansha), que chegará aos cinemas em 14 de outubro. A capa digital e a página colorida de abertura ficaram para Hoshino、Me o Tsubutte。, obra com mais de um ano de publicação na revista e em situação estável. A outra página colorida foi para Seitokai Yakuindomo, que atualmente tem um filme animado nos cinemas japoneses e nessa edição teve dois capítulos lançados).

Os novatos Kanojo、Okarishimasu e World End Crusaders ainda estão em seus segundo e sexto capítulos publicados respectivamente e, portanto, não estão sendo ranqueados. Cada uma dessas duas obras só serão ranqueadas a partir do capítulo oito. Em contrapartida, uma obra passa a ser ranqueada a partir dessa edição: Runway de Waratte, que teve seu oitavo capítulo lançado nessa edição. Como não ganhou páginas coloridas ou esteve ausente, esse novato foi ranqueado tranquilamente.

Ainda tivemos o lançamento de um capítulo especial de Ijousha no Ai, obra publicada na Manga Box, e do one-shot Mine, que ficou em última posição na ordem de leitura (ou seja, fechou a revista). Quatro obras estiveram ausentes nessa edição: Ahiru no Sora, Daiya no Ace - Act II, HiGH&LOW g-sword e Fumetsu no Anata e. Daiya, Fumetsu e HiGH&LOW retornarão na próxima edição. Já Ahiru retornará daqui a duas edições, na edição #35. Atualmente nenhum mangá da revista está em hiato.

Se na edição anterior Baby Steps esteve ausente, nessa edição o mangá de tênis está de volta e ficou no primeiro lugar entre as obras ranqueadas. O mangá de tênis, que já tem mais de quatrocentos capítulos lançados e quase dez anos de publicação, pode não estar mais no auge mas ainda tem um rendimento acima do razoável para os padrões da revista. Com a segunda colocação, Senryuu Shoujo teve dois capítulos lançados nessa edição (de números 41 e 42). A obra está aparentemente segura, mas sua estabilidade dependerá das vendas de volumes, que por ora não se mostraram satisfatórias o bastante. Em terceiro lugar ficou Tsurezure Children, que atualmente tem um anime em exibição nas TVs japonesas e chegou ao seu 150º capítulo lançado.

Página Colorida de Abertura: Hoshino、Me o Tsubutte。

A quarta colocação ficou para Fairy Tail, que teve nessa edição seu penúltimo capítulo lançado. A obra, depois de onze anos de publicação, será finalizada na edição #34. De quebra, uma boa notícia para os fãs da obra: o anime de Fairy Tail estará de volta em 2018, para uma última temporada, que provavelmente adaptará os capítulos que ainda não foram transformados em episódios do anime. Como a análise está atrasada (lancei seis dias depois do lançamento do volume no Japão), digamos que AMANHÃ é o dia em que Fairy Tail dá adeus a Weekly Shonen Magazine. Boa sorte ao autor Hiro Mashima em sua próxima empreitada.

Nessa edição um novato passou a ser ranqueado pela primeira vez. Trata-se de Runway de Waratte, que teve seu oitavo capítulo lançado nessa edição e ficou na quinta posição. O mangá ainda está brigando por sua estabilização, mas na pior das hipóteses ao menos começa em uma situação melhor do que Ohayou Survive e Rakuraku Shinwa começaram. O sexto lugar da vez foi para Domestic na Kanojo, que após ter ficado com uma posição medíocre deu uma bela subida deposições DomeKano (como a obra também é conhecida) continua numa situação estável e sem riscos de cancelamento. Por enquanto, pode-se dizer que a obra de Kei Sasuga só será finalizada se essa for a vontade dela.

A sétima colocação ficou para o pilar Nanatsu no Taizai, atualmente a obra com o maior nível de vendas da revista, apesar de estar sofrendo uma queda/redução nas vendas de volumes. Nanatsu, vale lembrar, está em seu arco final e, mesmo que demore um longo período para que esse arco seja desenvolvido, com o fim de Fairy Tail, a Shonen Magazine passa a se preocupar em aumentar o rendimento de suas obras mais promissoras e/ou achar novatos que alcancem um rendimento elevado.

O oitavo lugar ficou para o veterano mangá de futebol DAYS, que continua em alta na revista após ter ganho um anime e ter passado da marca de duzentos capítulos publicados. Enquanto DAYS está mais que estabilizado na revista após tempos de publicação, nossa nona colocação foi para um mangá que ainda está buscando essa estabilização: Tokyo Revengers, que tem um vinte e um capítulos publicados.

Página Colorida: Seitokai Yakuindomo

A décima posição (fechando o Top 10) ficou para Kindaichi Shounen no Jikenbo R. O atual mangá que dá continuidade à franquia Kindaichi (que existe há aproximadamente 25 anos) voltou recentemente de um hiato que durou doze edições. A obra ainda apresenta um bom nível de volumes, com média superior a 100 mil cópias por volume. Em décimo primeiro está En En no Shouboutai, uma das obras mais promissoras do plantel atual e com média de vendas acima de 100 mil cópias por volume. O mangá, de autoria de Atsushi Ohkubo (mesmo autor de Soul Eater) prossegue em uma situação muito tranquila na revista, com boas chances de ganhar anime mais pra frente.

Real Account ficou no décimo segundo lugar, abaixo do Top 10 e na porta do bottom. O mangá ainda apresenta um bom nível de vendas de volumes (pelo menos 75 mil cópias em média), mas ultimamente têm recebido pouquíssimas páginas coloridas. O importante é que a obra ainda está segura. Abrindo o bottom da vez, Fuuka ficou com a décima terceira posição. O mangá de Kouji Seo atualmente está no limbo do esquecimento, depois do fracasso do anime e devido ao nível de vendas não ser dos mais elevados. No entanto, o autor tem uma boa relação com os editores da revista e a obra ainda tem um rendimento suficiente para se manter, evitando que corra riscos de cancelamento. 

A décima quarta colocação ficou para o novato Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, que apesar dessa colocação baixa na ordem de leitura ainda está em fase de brigar pela estabilização. Na próxima edição o mangá estará ausente, mas na edição #35 retornará ganhando uma página colorida. E, para a surpresa de ninguém, os últimos mangás ranqueados foram Ohayou Survive (décimo quinto lugar), Rakuraku Shinwa (décimo sexto lugar) e 8-gatsu Outlaw (décimo sétimo lugar). São três novatos que não vingaram na revista e cujo cancelamento é apenas questão de tempo. 8-gatsu deve ao menos passar dos 30 capítulos. A obra anterior do autor Daisuke Miyata, o mangá de rúgbi Hello!!, lançado em 2013, durou apenas dois volumes.


SITUAÇÕES DOS MANGÁS

PilaresDaiya no Ace - Act II, Nanatsu no Taizai
Seguros e Estáveis: Ahiru no Sora, Baby Steps, DAYS, Domestic na Kanojo, Enen no Shouboutai, Fuuka, Fumetsu no Anata e, Hajime no Ippo, Hoshino、Me o Tsubutte, Kindaichi Shounen no Jikenbo R, Real Account, Seitokai Yakuindomo, Tsurezure Children
Aparentemente Seguro: Senryuu Shoujo, Tokyo Revengers
Em Busca de Estabilização: Kanojo、Okarishimasu, Runway de Waratte, Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, World End Crusaders
Pilar em Reta Final: Fairy Tail
Em Risco de Cancelamento: 8-gatsu Outlaw, Ohayou Survive, Rakuraku Shinwa, Rankers High
- Duração de Curto Prazo(?): HiGH&LOW g-sword

Bem, galera, assim termina a análise da edição #33 da Weekly Shonen Magazine.
Até a próxima, pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

onload='emoticon()'