segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Análise: Hungry Joker 11 "A Dama de Ferro" (Mangá Review).



A beleza esta nos olhos de quem vê.


Comecei esta review com uma frase (Olho) tão clichê quanto Hungry Joker. Todos nós sabemos que a série do novato Yuuki é um amontoado de clichês, mas quem disse que ás vezes os clichês não podem até dar certo?

Este capítulo foi a prova de um clichê, ao estilo X-Men, muito bem aproveitado, trazendo uma história simpática e boa. Além de nos trazer uma arte impecável do Yuuki, que apostou na simplicidade para fazer cenas marcantes.

Começamos o capítulo com Haiji investigando sobre o labirindo, confirmando a teoria que todo este labirinto surgiu por causa de um poder de alguma eureka, já que, é impossível uma miragem ter sólida, além de que dificilmente um homem conseguiria construir um labirinto daquela magnitude em uma noite.

Provavelmente a avó do "Depressadinho" é a detentora da Eureka, já que ela nunca foi uma avó habitual, sempre demonstrou ser estranha e fazer "experimentos", sejam este experimentos um simples almoço  ou um ritual de magia negra.

O problema surge quando dois minotauros atacam o grupo de "heróis", e Haiji é capturado - O herói relata que esta sem o poder (Além de fazer uma piadinha sobre labirintos = Minotauros) - Assim, obrigando a Vivi  utilizar o seu poder.

É neste momento que o capítulo finalmente pega forma e mostra o seu objetivo. Começamos a ler a história da Dama de Ferro. Primeiramente conhecemos a sua Eureka, a Rubi Sumério. Nos apresentando um novo tipo de Eurekas.

Até agora vimos que todas as eurekas foram frutos de descobertas de cientista/filósofos famosos - Porém a eureka de Vivi é a própria descoberta (E não o fruto de uma), assim abrindo ainda mais o leque de possibilidades de poderes em Hungry Joker.

Este rubi Sumério sempre foi de grande valor para os comerciantes (Burgueses). Quando descobriram a Eureka no corpo de Vivi, decidiram retira-la (Não com pena da coitada, mas sim pensando no lucro)... O problema é que o corpo da nossa dama era compatível com a Eureka, fazendo uma reação.

Sua pele constantemente começou a se tornar pontas de rubis, trazendo uma visão "monstruosa" para os modelos da humanidade. A sua forma monstruosa logo trouxe a rejeição, como Frankstein (E X-Men), e os seus pais a abandonaram.

Por sorte a White Jokers reconheceu a eureka, e a "capturou"... Cuidando de Vivi, dando-a uma casa para viver, e um tutor para cuidar dela. Quando ela aprendeu a controlar a Eureka, começou a trabalhar pela White Jokers.

Este flashback não foi só de extrema importância para descobrimos o triste passado de Vivi, mas também para descobrimos outra forma de ação da Eureka. Desta vez, uma eureka reagiu dentro do corpo da pessoa compatível, algo novo no mangá!

Assim Vivi ataca o minotauro, rasgando-o ao meio - Em uma das cenas mais bonitas de Hungry Joker, simples, limpa, porém bonita de se ver. É neste momentos que vemos que o autor de HJ tem potencial, porém por ter pouca experiencia não está sendo muito bem aproveitado.

Logo após Haiji mata o segundo minotauro e revela que mentiu para Vivi...  Na verdade ele ainda estava com o poder e só fez isto para ver a habilidade da Dama de Ferro (Háááá Pegadinha do Malandro). Um clima surge entre os dois, já que Haiji fica admirado pela sua Eureka.

Pela primeira vez, alguém vê Vivi como algo belo, e não um monstro, um Frankstein, um mutante... Mas é natural, já que a beleza esta nos olhos de quem vê.

Anotações de um estudante de Física: 

Anotação 07: Quando lançar o anime de Hungry Joker (Se um dia lançar), eu juro que farei uma montagem com Haiji no céu, e atrás a música "I Believe I Can Fly"... Eu juro!

Anotação 08: A decadência da Scan Project chegou ao ponto de escreverem em cima da tradução americana, nem chegando apagar a anterior... Tivemos um: "The A Dama de Ferro". - Mas ainda recomendo esta tradução, é uma das melhores PT-BR, além da de Mangá com Leite

Anotação 09: Para um minotauro daquele tamanho, eles são bem silenciosos né? Porque ninguém notou eles se aproximando, se movendo e tudo mais... Provavelmente eles devem ser Minotauro ninjas que desenvolveram espetaculares habilidades de destreza! 

Anotação 10: Esta Vivi vale ouro ein... Quis dizer Rubi! (Ultimate PRASSA).

3 comentários:

  1. Hungry Joker não consegue ir além de capítulos medianos, este é o máximo que HJ faz. Não acho a arte de Yuuki bonita em sí, porém, o quadro que compõe a capa desta review foi bela de se ver,

    Sou daqueles que torce fervorosamente pelo cancelamento deste mediano mangá. A Jump precisa treinar um pouco mais Yuuki, fazendo-o ser assistente de grandes mangakás da atualidade, antes de dar-lo novamente uma vaga na revista.

    Whatnever, boa review como sempre Leonardo, mas as "Anotações de um estudante de física" já foram melhores.

    ResponderExcluir
  2. Hungry Joker ñ é tão ruim como ficam falando, ainda tem muito a melhorar e talz.

    Pra mim essa saga irá mostrar aos haters que HJ é um bom mangá sim, não é fodastico, um OP/Naruto da vida, mas é bom

    ResponderExcluir
  3. num curti esse cap. tá muito clichê pro meu gosto.

    ResponderExcluir

onload='emoticon()'