quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Análise: TOC Weekly Shonen Magazine #35 (Ano 2017).


Mais uma Estreia...


escrito por Diego Felipe

Mais uma estreia, senhoras e senhores... mais uma estreia. E vem mais uma na próxima edição. A Weekly Shonen Magazine está mesmo doidinha pra emplacar mais novatos e tentar achar um novo sucesso. Mas dos mangás lançados em 2017 nenhum alcançou um resultado impressionante, pelo menos não ainda. É torcer para que esse ano não fique marcado apenas por novatos que não deram muito certo. Enfim, vamos ao índice da vez.

TOC Weekly Shonen Magazine #35 (2017):
Misa Etou (Capa Física)
Kessen no Kuon (Capa Digital, Páginas Coloridas de Abertura, Novo Mangá, 63 pg.) (capítulo 01)
01. Seitokai Yakuindomo (capítulo 434)
02. Domestic na Kanojo (capítulo 151)
Kanojo、Okarishimasu (Pré-Rank) (capítulo 04)
03. Baby Steps (capítulo 435)
04. Fuuka (capítulo 165)
05. DAYS (capítulo 210)
06. Nanatsu no Taizai (capítulo 228)
07. Tokyo Revengers (capítulo 23)
08. Real Account (capítulo 126)
09. Daiya no Ace - Act II (capítulo 88)
10. Senryuu Shoujo (capítulo 44)
Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho (Página Colorida, Capítulo Duplo) (capítulos 12 e 13)
11. Runway de Waratte (capítulo 10)
12. Hoshino、Me o Tsubutte。 (capítulo 64)
13. World End Crusaders (capítulo 08)
14. En En no Shouboutai (capítulo 90)
15. Tsurezure Children (capítulo 152)
16. Fumetsu no Anata e (capítulo 34)
17. Ohayo Survive (capítulo 15)
18. 8-gatsu Outlaw (Fim) (capítulo 31)
19. Rakuraku Shinwa (Fim) (capítulo 17)
HiGH&LOW g-sword (Ausente) (pausado no capítulo 13)
Kindaichi Shounen no Jikenbo R (Ausente) (*)
Ahiru no Sora (Em hiato) (pausado no capítulo 561)

TOC Weekly Shonen Magazine #36-37 (2017):
- Capa Física, Capa Digital, Páginas Coloridas de Abertura: Gotobun no Hanayome (Novo Mangá)
- Fim: HiGH&LOW g-sword. Ohayou Survive

Página Colorida de Abertura: Kessen no Kuon

A capa física da edição foi estampada pela jovem cantora Misa Etou, integrante do grupo de idols Nogizaka46. Já a capa digital e as páginas coloridas de abertura ficaram para o primeiro capítulo do novato que estreou nessa edição: Kessen no Kuon, que nessa edição recebeu 63 páginas disponíveis para sua estreia.

As outras duas páginas coloridas foram para o novato Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, que teve dois capítulos lançados nessa edição (de números 12 e 13). O novato Kanojo、Okarishimasu ainda está em seu quarto capítulo, em fase de pré-ranqueamento, e só passará a ser ranqueado a partir do oitavo capítulo, ou se na publicação do oitavo capítulo a obra receber uma página colorida, a partir do nono capítulo.

Vale lembrar que HiGH&LOW g-sword ficou ausente nessa edição e vai retornar na edição #36-37, quando terá seu último capítulo lançado. Apesar de ser finalizada com quatorze capítulos, vale lembrar que a duração de HiGH&LOW já foi planejada para ser curta, já que foi feita para divulgar a franquia HiGH&LOW. Os veteranos Kindaichi Shounen no Jikenbo R e Ahiru no Sora estiveram ausentes nessa edição. Enquanto Kindaichi retornou de um hiato recentemente e deve voltar a ter capítulos lançados na próxima edição, Ahiru no Sora entrou em um hiato recentemente e não tem previsão de retorno.

Tivemos uma grata surpresa entre as obras ranqueadas nessa edição: Seitokai Yakuindomo ficou com o primeiro lugar. Apesar de se manter muito popular na revista mesmo após dez anos de publicação e mais de quatrocentos capítulos lançados, é raro ver Seitokai ser ranqueado em uma primeira posição. A média de vendas de volumes é de 120 mil cópias por volume, nível muito bom para os padrões da revista. Em segundo lugar ficou Domestic na Kanojo (DomeKano para os íntimos). DomeKano continua apresentando um desempenho satisfatório para os padrões da Shonen Magazine e por ora tem mais chances de ser finalizado por vontade da autora (Kei Sasuga, a mesma de GE: Good Ending) do que por riscos de cancelamento.

Página Colorida de Abertura: Kessen no Kuon

Em terceiro ficou o veterano mangá de tênis Baby Steps, que está cada vez mais próximo de completar dez anos de publicação. Baby Steps pode não se encontrar mais em sua melhor fase, mas seu rendimento ainda satisfaz as pretensões dos editores da revista. Já o quarto lugar ficou para Fuuka, que pegou uma posição elevada nessa edição, assim como já havia acontecido na edição anterior (em que foi ranqueado em segundo lugar). Ainda assim, pode-se dizer que Fuuka está no limbo do esquecimento, haja visto o fracasso do anime e o nível de vendas de volumes ser razoável. 

A quinta colocação ficou com o mangá de futebol DAYS, que ainda tem bastante apoio dos editores, ainda mais depois de ter recebido uma adaptação em anime. Já a sexta colocação ficou para o pilar Nanatsu no Taizai, simplesmente a obra com maior nível de vendas da Weekly Shonen Magazine atualmente, apesar de estar passando por uma diminuição nas vendas físicas de seus volumes (é preciso considerar que também tem as vendas digitais).

Em sétimo lugar ficou o novato Tokyo Revengers, que está estabilizado na revista, embora não tenha garantia de se firmar por mais tempo. O desempenho em vendas do mangá não foi significativo, mas parece que inspirou os editores a manter a obra, pelo menos por mais tempo. Já na oitava colocação ficou Real Account, que volta a aparecer no Top 10. O mangá já não vive mais um tabu de aparecer no Top 10 dos mangás ranqueados, como vinha acontecendo no início do ano editorial de 2017. Mas provavelmente vai ficar mais um bom tempo sem receber uma página colorida. As vendas de Real Account ainda são boas para os padrões da revista (vende 80 mil cópias por volume em pouco mais de um mês).

Em nono lugar ficou o pilar Daiya no Ace - Act II, cujo oitavo volume, lançado há pouco tempo, vendeu 240.739 cópias até o dia 30 de julho. Esse mesmo volume deve chegar à marca de 300 mil cópias vendidas em menos de um mês. Daiya se mantém como uma das obras mais rentáveis da revista, embarcando no grande sucesso de sua predecessora (Daiya no Ace). Quem fecha o Top 10 da vez é o gag mangá Senryuu Shoujo, que continua sendo mantido na revista, mas não se sabe ao certo por quanto tempo, já que a obra não apresentou um rendimento muito expressivo por ora.

Página Colorida: Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho

A décima primeira colocação ficou para o novato Runway de Waratte, que ainda briga por sua estabilização. Ainda é cedo para dizer se Waratte vai vingar, então só nos resta aguardar para ver como será o desempenho da obra nas vendas de volumes. Em contrapartida, mesmo com um desempenho razoável nas vendas de volumes, temos Hoshino、Me o Tsubutte。na décima segunda posição. Hoshino pode não ter um nível elevado de vendas mas conseguiu firmar na revista e não corre riscos de cancelamento.

Nessa edição o novato World End Crusaders chegou ao seu oitavo capítulo e portanto foi ranqueado pela primeira vez. Ficou com a décima terceira colocação. Não chega a ser uma posição das mais elevadas, mas ainda é cedo para definir como está a situação de World End Crusaders, que ainda está buscando sua estabilização. Na porta do bottom está En En no Shouboutai, na décima quarta posição. O mangá de Atsushi Ohkubo continua com um rendimento bom para os padrões da Shonen Magazine, com vendas de 120 mil cópias por cada volume, números que podem aumentar mais pra frente se En En receber uma adaptação em anime.

Quem abre o bottom nessa edição, no décimo quinto lugar é Tsurezure Children, gag mangá com nível satisfatório de vendas que atualmente está com um anime em exibição. Tsurezure ainda está em alta na revista, embora dificilmente o anime faça com que o mangá tenha um aumento em seu nível de vendas. O décimo sexto lugar ficou para o (ainda) novato Fumetsu no Anata e, que apesar da posição baixa nessa edição, continua em alta na revista, ainda que seu nível de vendas ainda custe a superar a média de 100 mil cópias por volume (atualmente a média chega a no máximo 80 mil cópias).

Em décimo sétimo está Ohayo Survive, que vai ser finalizado na próxima edição. É, o fim da linha para esse mangá está mais que decretado. E se Ohayo vai ser finalizado na próxima edição, 8-gatsu Outlaw e Rakuraku Shinwa, que ficaram na décima oitava e na décima nona colocações respectivamente, vão rodar nessa edição mesmo. São outros dois novatos que não vingaram na revista e agora estão dando tchau ao plantel, da forma mais melancólica possível. Boa sorte aos autores em suas próximas tentativas.

Página Colorida: Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho

Enfim, já foram analisadas todas as posições de mangás ranqueados...
Agora vamos às situações dos mangás.

SITUAÇÕES DOS MANGÁS

PilaresDaiya no Ace - Act II, Nanatsu no Taizai
Seguros e Estáveis: Ahiru no Sora, Baby Steps, DAYS, Domestic na Kanojo, Enen no Shouboutai, Fuuka, Fumetsu no Anata e, Hajime no Ippo, Hoshino、Me o Tsubutte, Kindaichi Shounen no Jikenbo R, Real Account, Seitokai Yakuindomo, Tsurezure Children
Aparentemente Seguro: Senryuu Shoujo, Tokyo Revengers
Em Busca de Estabilização: Kanojo、Okarishimasu, Runway de Waratte, Tsue Petit Mahou Tsukai ♀ no Bouken no Sho, World End Crusaders
Finalizados Nessa Edição: 8-gatsu Outlaw, Rakuraku Shinwa
- Finalizados na Próxima Edição: Ohayo Survive, HiGH&LOW g-sword

Bem, galera, assim termina a análise da edição #35 da Weekly Shonen Magazine.
Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

onload='emoticon()'